O fiador ou avalista de empréstimo ou fiadores de empréstimo, funciona quando existe a possibilidade de obtenção de uma certa quantia em dinheiro que alguém precisa tomar emprestado e não tem condições para isso. Nesse momento entra o fiador que garante que o empréstimo seja pago se o mutuário principal não conseguir pagá-lo.

Uma parte crucial ao solicitar um empréstimo com fiador é selecionar um bom avalista, isso fará aumentar suas chances de ter o empréstimo aprovado sem muitas burocracias. Do ponto de vista dos credores, ter um fiador de boa qualidade com um bom rating de crédito acrescenta enorme credibilidade à sua solicitação.

Quem pode ser meu fiador para em empréstimos

Mesmo se você tiver com restrições ou negativado e ainda ter sido recusado em alguns pedidos bancos, financeiras e outros credores, você consegue pedir emprestado até uns R$ 15.000 com base em ter uma boa pessoa com boa reputação para tomar crédito, ou seja, o seu fiador.

Seu fiador para empréstimo bancário pode ser qualquer membro da família, amigo ou colega que seja o próximo de você. O fiador pode ser seu cônjuge desde que você tenha contas bancárias separadas e não seja uma conta conjunta. Eles devem estar plenamente conscientes do empréstimo que você está solicitando e do papel que desempenham, se você não puder pagar o reembolso. Seu fiador deve, portanto, ter uma visão geral sobre suas finanças e entender o risco envolvido.

Uma instituição pode requerer um avalista ou fiador para o empréstimo? Pode sim, normalmente é exigido um devedor-solidário (fiador ou avalista), quando se precisa de mais garantias financeiras para dar maior segurança ao banco ou instituição financeira que o empréstimo será pago.

Avalista ou fiador para o empréstimo?

Os bancos podem requerer um devedor-solidário (fiador ou avalista) em um empréstimo para empresa por exemplo, nesse caso, o proprietário de uma nova empresa não tem histórico de crédito competente para concluir o negócio com o banco.

Há outras modalidade de empréstimo que solicitam fiador de empréstimo, mas em geral, operações com crédito pessoal dificilmente esse tipo de garantia é solicitado.

Nessa modalidade de crédito devemos levar alguns pontos em consideração pois merecem destaque quando falamos de fiadores e avalistas em empréstimos para negócios ou empréstimos pessoais.

1º -) O Devedor-solidário não só assina o termo do empréstimo, o fiador(a) está assumindo uma promessa que pagará o saldo ou as parcelas do empréstimo que não puder serem pagas.

2º -) O Devedor-solidário, em geral precisa ter uma renda alta ou é obrigado a fornecer uma garantia real, normalmente uma propriedade ou outros ativos de valor que o banco possa vender para recuperar o dinheiro financiado no caso de haver inadimplência.

3º -) O Devedor-solidário é obrigado fornecer a instituição uma declaração financeira pessoal (IRPF ou IRPJ), ter um bom rating de crédito, estar com o nome limpo na verificação de cadastro e passar por análise de aprovação e aceitação como fiado ou avalista de empréstimo.

4º -) O Devedor-solidário é obrigado pagar encargos moratórios, multas e penalidades, se o devedor principal não fazê-lo.

Nota: Para empresários ou micro-empresários, algumas modalidade de empréstimo são necessário apresentar um garantidor com boas referências. Ter um possível fiador pode facilitar a obtenção de dinheiro para os negócios. Leia: empréstimo com fiador ou sem fiador.

Que perguntas você deve fazer ao seu fiador ou avalista?

1. Alguém que seja confiável?

Você diz: “preciso de um fiador para empréstimo..” Ok! A partir daí você precisa que seu fiador seja alguém que possa ser contactado de forma rápida durante o contrato de empréstimo e que leve a sua necessidade financeira a sério. Ao pedir a alguém para ser seu fiador, há um elemento de confiança, porque você está compartilhando sua situação financeira sigilosa com outra pessoa.

Por esta razão, é melhor ter alguém que você conheça por anos, e é por isso que irmãos e pais geralmente são ótimos para fazer esse tipo de favor.

Para a maioria dos credores, uma vez que o empréstimo pessoal tenha sido financiado, ele geralmente vai primeiro para a conta bancária do fiador, que pode então passá-lo para o mutuário.

Outro detalhe, você precisa de alguém que seja confiável para que, no caso de ter que intervir durante o prazo do empréstimo e fazer um reembolso, ele tenha condições de fazer isto. Você precisa encontrar alguém que seja honesto, responsivo e esteja disposto a ajudá-lo – e não desapareça quando as coisas ficarem complexas.

Mais uma vez, sua melhor aposta é selecionar um membro da família, porque é mais provável que você esteja em contato no futuro.

2. Eles têm renda disponível?

Claro, ter um score e pontuação de crédito alta além de ser um proprietário de imóvel ou veículo pode torná-lo um fiador ideal. Mas e quanto ao rendimento salário, contra-cheque, renda ou benefício disponível? Alguém pode ter uma boa casa, bom trabalho e bom histórico de crédito, mas eles podem ter despesas enormes devido a ter filhos, carros novos, hipotecas etc.

Assim, apesar das coisas parecerem cor de rosa, elas podem ter pouquíssima economia e realmente lutar para fazer todos os pagamentos em dia. Na verdade, alguns fiadores se tiverem que pagar o seu empréstimo como avalista pode deixá-los com mais dívidas e colocá-los em uma situação muito difícil.

Não só você deve ser honesto com o seu fiador sobre suas finanças, mas eles precisam ser honestos sobre as deles e compreender que, de forma realista, eles podem ter que pagar a conta, se você não puder.

Na pior das hipóteses, potencialmente a chances de vender a casa, refinancia-la ou alugar quartos para gerar renda. Mas, novamente, você não quer colocar alguém nessa situação, especialmente um amigo próximo ou membro da família – então, por favor, considere todas as opções financeiras antes.

Cuidados com fiadores profissionais para empréstimo

No caso de pessoas físicas ou empresas que precisam de dinheiro, preste atenção quando as ofertas para contratar fiador para empréstimo, existe muita falcatrua nesse segmento e para não ser vitima de estelionato, fique longe.

Para terminar, muitas financiadoras ou empresas de crédito fictícias pedem quantias em dinheiro antecipado para pagar supostos fiadores ou avalistas para liberar empréstimos pessoais, em geral são “fraudadores”. Cuidado!

Fiador ou Avalista de empréstimo
Média 570 votos